17 de ago de 2017

PLUTOCRATAS,DISTRIBUIÇÃO DE MULHERES E EXPANSÃO URBANA

            




        No dia 22/05/2017,o Arquivo Histórico de Porto Alegre Moysés Vellinho recebeu a publicação Plutocratas, Distribuição de Mulheres e Expansão Urbana, de Aldovan 
de Oliveira Moraes.



Abaixo, segue o resumo informativo do trabalho, feito pelo próprio autor:


“Este trabalho tem como objeto de investigação loteamentos produzidos nos séculos XIX e XX que propiciaram a expansão da cidade de Porto Alegre além do portão e da península. Apresenta a formação dos arraiais da Baronesa, Bela Vista, Boa Vista, Glória, Leão, Menino Deus, Navegantes, Partenon, São Domingos , São João, São José, São Manoel, São Miguel, São Pedro, Teresópolis e Theresopolis. As primeiras empresas loteadoras são descritas com seus incorporadores, acionistas ou sócios e os empreendimentos por elas realizados em regiões diversas do município. É desvendado o entrecruzamento dos vínculos parentais dos incorporadores, acionistas ou sócios de empresas loteadoras com famílias proprietárias de sociedades comerciais e industriais.”(MORAES, Aldovan de Oliveira, 2017)







10 de ago de 2017


Arquivo Histórico  participa da  


Semana em comemoração ao 


Dia do Patrimônio.


 Confirma a programação: 

 14 a 18 de Agosto de 2017.


A Coordenação da Memória Cultural organizou uma série de atividades em comemoração ao dia do Patrimônio Cultural, 17 de Agosto. Durante a próxima semana ocorrerão, entre outros eventos, visitas guiadas, exposições e palestras. Todos os eventos são gratuitos e requerem agendamento prévio. 

Agendamentos pelo e-mail:
graciela@smc.prefpoa.com.br ou,

pelos telefones 3289-8040 e 3289-8017







 





O Arquivo Histórico Moysés Vellinho recebeu a visita da Equipe do Jornal Metro - no dia 03.08.2017, eles elaboraram uma reportagem sobre a digitalização da documentação do per período Câmara Colonial e Imperial - datados de 1764 a 1889. Atualmente a documentação pode ser acessada presencialmente no Arquivo, em breve o pesquisador poderá acessá-lo virtualmente, quando da finalização do projeto. 



https://www2.metrojornal.com.br/pdf/assets/pdfs/20170807_PortoAlegre.pdf?v=a

2 de ago de 2017

ASSINE O ABAIXO-ASSINADO CONTRA A QUEIMA DE ARQUIVOS !!!

Queima de Arquivo Não!

Movimento contra o Projeto de Lei da "Queima de Arquivo" (PL 7920/2017, antigo PLS 146/2007), que coloca em risco os documentos públicos e o patrimônio arquivístico brasileiro

O Projeto de Lei nº 7.920/2017 (PLS nº 146/2007), elaborado pelo senador Magno Malta, do Partido da República (PR-ES), dispõe "sobre a digitalização de documentos em mídia ótica ou eletrônica [...]" e prevê a eliminação de documentos após a digitalização.

A eliminação dos documentos públicos se dará por processo de incineração, pela destruição mecânica ou por qualquer outro procedimento que assegure a DESINTEGRAÇÃO do documento.

Ao legalizar a destruição dos documentos originais após sua digitalização, a garantia de autenticidade dos documentos públicos poderá ser duvidosa e discutível, impossibilitando futura verificação no caso de suspeita de fraudes, o que pode ser considerada uma verdadeira "queima de arquivo".

Nesse contexto, comissões e grupos como a Comissão da Anistia, a Comissão de Familiares de Mortos e Desaparecidos e o Grupo Movimento Tortura Nunca Mais, que tem por objetivo cobrar do Estado reparações em relação à a execução de ações autoritárias contra os cidadãos, violando os direitos humanos, bem como outros movimentos que lutam pela transparência pública e combate à corrupção, como a Auditoria Cidadã da Dívida, correm o risco de terem os seus trabalhos comprometidos, visto que dependem de documentos autênticos e confiáveis para a execução de seus trabalhos. Além disso, o Projeto pode impedir que a investigação de escândalos políticos e econômicos que assolam o nosso país tenham continuidade diante da possibilidade da falta de provas.

O PL 7.920/2017 (PLS 146/2007), se aprovado, imputará sérios danos à sociedade brasileira ao extinguir a função de "prova" dos documentos públicos. Suas justificativas, calcadas na "redução de custos, aumento da transparência, aumento da acessibilidade à informação, sustentabilidade ambiental, facilidade de manuseio e recuperação, e redução de espaço físico para Arquivos" se tornam falácias quando analisadas sob os preceitos da gestão de documentos, da preservação de longo prazo e preocupações relativas à presunção de autenticidade dos documentos.

Ademais, sem especificar qualquer pré-requisito técnico, o Projeto permite que empresas privadas e cartórios realizem operações como a digitalização e certificação de documentos públicos, fator que além de onerar ainda mais os cofres públicos, não apresenta a mesma garantia e segurança quando as atividades são realizadas por servidores públicos especialistas na gestão e preservação de documentos.

A existência de documentos digitais imputa a necessidade de investimentos constantes no ambiente tecnológico de produção, gestão, recuperação e preservação de tais registros. Assim, a sugestão de que o proposto no PL 7.920/2017 (PLS 146/2007) geraria uma economia de recursos não é verdadeira, já que a segurança dos documentos digitais e sua proteção a longo prazo vincula-se à disponibilização de somas consideráveis de recursos públicos.

A partir do exposto, é possível inferir que a categoria profissional dos arquivistas pode ser prejudicada, visto que tiram a responsabilidade da gestão dos documentos destes profissionais e transfere para empresas especializadas em tecnologia da informação.

Várias entidades, representando arquivistas, historiadores, cientistas sociais, antropólogos, pesquisadores e profissionais que atuam em arquivos e na preservação do patrimônio documental já manifestaram contrariedade à aprovação do Projeto.

Diante do exposto, consideramos que o PL 7.920/2017 (PLS 146/2007) apresenta graves ameaças à transparência pública, à gestão e preservação dos documentos, bem como à preservação da memória e solicitamos seu imediato arquivamento.

ASSINE AQUI:
https://www.change.org/p/congresso-nacional-queima-de-arquivo-n%C3%A3o?recruiter=738596428&utm_source=share_for_starters&utm_medium=copyLink

Blog do movimento Queima de Arquivo Não!

http://queimadearquivonao.webnode.com/

Para acompanhar a tramitação do PL

Este abaixo-assinado será entregue para:

Câmara dos Deputados



 

© 2009AHPAMV | by TNB